A qualidade dos serviços que a Rudder presta aos clientes é reflexo da dedicação de seus profissionais. Alguns deles já estão há bastante tempo na empresa e certamente têm uma importante parcela de responsabilidade na imagem positiva que a Rudder tem no mercado. Em outubro, mais dois colaboradores foram homenageados por completarem 30 anos de trabalho: os vigilantes Alberto Larre Lopes e Roni Moura de Camargo.

A Rudder se preocupa em valorizar aqueles profissionais que fazem um trabalho sério e comprometido. Como estímulo para que os trabalhadores permaneçam na empresa, esta investe em treinamentos e dá oportunidades para que cresçam profissionalmente, iniciativas que reforçam um sentimento de reciprocidade. “Os 30 anos que o Alberto e o Roni estão conosco demonstram o comprometimento dos dois com a Rudder”, ressalta o diretor de operações, Murilo França. “A nossa empresa é a mais lembrada e a mais preferida pelos clientes justamente em função do trabalho que os profissionais de segurança realizam. O crescimento da empresa ocorre em função da qualidade dos serviços que os vigilantes prestam”, ressalta.

Roni irá completar 31 anos de atuação como vigilante na Rudder em janeiro. Ele conta que esse foi seu primeiro – e único – emprego e comenta que acompanhou o crescimento da empresa. “Quando entrei, a Rudder era bem pequena. Foi no tempo do Fusca”, relembra. Roni reforçou também a relação de respeito e de confiança que a empresa busca estabelecer com seus funcionários. “Sempre me senti amparado e pude dar segurança à minha família. Também fiz muitos amigos nesse período, pois a Rudder tem um ambiente em que as pessoas podem se relacionar e buscam crescer juntas”, conta.

Já Alberto valoriza os aprendizados que teve com a empresa nos últimos 30 anos. “Nunca havia trabalhado em vigilância antes. Nesse período, aprendi a ser assíduo e a tratar bem as pessoas”, contou o colaborador. Ele reconhece o apoio que vem recebendo desde que entrou na empresa. Para a Rudder, é importante cumprir seu papel social de desenvolver pessoas e gerar renda para centenas de famílias. “Saber que a gente tem um trabalho é muito importante”, comenta. “Esses 30 anos são fruto de muito esforço e da boa relação que tenho com a empresa, com os profissionais e com os clientes. E vem dando ótimos resultados”, finaliza Alberto.

Para a Rudder, é um privilégio ter esses funcionários há tanto tempo em seu quadro, especialmente porque a conduta positiva dos dois homenageados se destaca. O gerente operacional, Gilberto Barreto, reforçou a importância do comprometimento dos trabalhadores. “É uma satisfação tê-los como funcionários. Só temos a agradecer pela postura e dedicação ao trabalho”, disse. O diretor geral, Carlos Alberto Laude, fez um agradecimento especial pela qualidade dos serviços prestados: “No Brasil de hoje, é um fato quase inédito as pessoas trabalharem 30 anos em uma empresa, mais ainda com toda a dignidade e honradez, como é o caso dos dois vigilantes”. O resultado são clientes, empresa e colaboradores satisfeitos – todos saem ganhando.

 

Produção de conteúdo: Interna Projetos Editoriais
Jornalista: Cristina Wagner
Foto: Rodrigo Stobäus